Hierarquia religiosa (parte III)

Continuação do post anterior.

 

Livres dos Fardos Religiosos

 

A complexa estrutura hierárquica católica. Se você achou complicado a hierarquia da Igreja mostrada até aqui, saiba que ela foi mais longe. Cada classe foi subdividida em diversas subclasses, deixando a Igreja mergulhada numa intensa burocracia. Veja, mais ou menos, como ficou a hierarquia católica ao longo de sua história. Observe como a máquina eclesiástica ficou abarrotada de títulos e cargos, transformado o evangelho em algo complicado e bem distante da simplicidade e da praticidade da idéia original. [1], [2], [3]. Vamos tentar fazer um resumo.

 

A complexa estrutura hierárquica católica

Clero [4]

Ordens seculares

Ordens maiores [5].    

Episcopado [6].

Grau

Título

Descrição

15

Papa

Sumo pontífice, bispo de Roma. Dirige toda a Igreja. [7].

 

clip_image002[8]

?

Cardeal-diácono

Membro do colégio cardinalício, responsáveis pela eleição do papa. [8], [9], [10].

?

Cardeal-presbítero

?

Cardeal-bispo

11 ½

Patriarca

Prelado de importantes igrejas orientais. [11].

11 ½

Arcebispo primaz

Dirige a arquidiocese mais antiga da região. [12].

?

Arcebispo-Mor

[13].

?

Arcebispo emérito

Arcebispo que renunciou o cargo depois de 75 anos de idade. [14].

?

Arcebispo ad personam

É apenas um título. Não tem jurisdição sobre nenhuma arquidiocese. [15].

?

Arcebispo titular

É apenas um título. Não tem jurisdição sobre nenhuma arquidiocese. [16].

11

Arcebispo metropolitano

Dirige uma arquidiocese metropolitana.[17].

?

Núncio apostólico

Embaixador do papa. [18].

10

Arcebispo diocesano

Dirige uma arquidiocese. [19].

?

Arcebispo coadjutor

Auxilia o arcebispo com o direito de poder sucedê-lo. [20].

10

Prior

Dirige uma ordem religiosa ou militar. [21].

?

Vigário apostólico

Bispo que dirige um vicariato apostólico, que é uma diocese ainda em formação. [22].

?

Eparca

Bispo de uma diocese católica de rito oriental, chamada de eparquia. [23], [24].

?

Bispo titular

Não tem jurisdição sobre nenhuma diocese, mas pode ser bispo auxiliar ou coadjutor. [25], [26].

?

Bispo emérito

Bispo que resignou o cargo depois de 75 anos de idade. [27].

9

Bispo diocesano

Dirige uma diocese. [28].

?

Bispo coadjutor

Auxilia o bispo com o direito de poder sucedê-lo. [29].

?

Bispo auxiliar

Auxilia o bispo sem o direito de poder sucedê-lo. [30].

8

Prelado

Dirige uma prelazia territorial ou pessoal. [31].

·       Prelatura ou prelazia territorial é um grupo de pessoas que não são de nenhuma diocese. Foi extinta em 1976.

·       Prelatura ou prelazia pessoal é um grupo de pessoas de qualquer parte do mundo. Não tem nenhuma ligação com qualquer diocese. [32], [33].

Presbiterado [34].    

?

Prefeito apostólico

Monsenhor que dirige uma prefeitura apostólica, que é uma região eclesiástica que ainda não se transformou em diocese. [35].

7 ½

Monsenhor

Título de honra concedido ao padre. [36].

7 ½

Vigário-geral

Poder executivo da diocese, em nome do bispo. [37].

7 ½

Arcediago vigário

Administra parte de uma diocese. [38].

7

Vigário

Exerce temporariamente funções de um prelado. [39].

7

Decano ou Deão

Dirige uma universidade católica. [40], [41].

?

Cônego

Vive sob regra, em cabidos (catedral) ou colégios (paróquia). [42].

6

Chantre

Responsável pelo coro. [43].

6

Mestre-escola

Dirige uma escola católica. [44].

5

Padre ou pároco

Dirigente de uma paróquia. [45].

4 ½

Capelão

Padre militar ou que dirige uma capela. [46].

Diaconato [47].    

3

Diácono

Auxiliar do bispo ou do presbítero e encarregado das obras de assistência social. [48].

2 ½

Subdiácono

Auxiliar do diácono (cargo extinto pelo Concílio Vaticano II). [49].

Ordens menores (extintas pelo Concílio Vaticano II). [50], [51].

2

Exorcista

Auxiliar de exorcismos. [52].

2

Acólito

Auxiliar de sacerdotes e diáconos. [53].

2

Ostiário ou porteiro

Responsável pelas chaves ou sinos de uma igreja. [54].

Leigos [55].

1 ½

Leitor

Faz a leitura de textos nas missas. [56].

1

Sacristão

Auxiliar do pároco. [57].

½

Coroinha

Auxiliar do sacristão. [58].

0

Fiel

Seguidor da fé católica, sem função específica. [59].

Hereges [60]

Adeptos de outros grupos, fora do catolicismo, mas ligados ao cristianismo ou ao judaísmo.

Pagãos [61]

Adeptos de outras religiões fora do cristianismo e do judaísmo.

Descrição: Estrutura eclesiástica católica. Data: setembro/2012. Autor: Maralvestos. Baseada na tabela “Lista de posições na hierarquia católica”. Licença CC BY-SA.

 

Com o tempo, surgiram também as ordens religiosas por todos os lados, onde algumas pessoas do sexo masculino e feminino, separados, passaram a viver em comunidades fechadas, enclausurados ou semienclausurados, afastados do mundo, seguindo uma rígida disciplina religiosa, em conventos e mosteiros, onde também foi montada uma hierarquia.

 

A hierarquia das ordens religiosas

Ordens regulares.

Clero regular com votos solenes, regras e vida enclausurada. [62].

Ordens mendicantes. 

Onde as pessoas vivem em centros urbanos, menos enclausurados [63].

10

Prior

Dirige a ordem. [64].

clip_image004[6]

8

Frade superior (abade)

Dirige um convento [65].

7

Prioresa

Dirige a ordem. [66].

6

Madre superiora (abadessa)

Dirige um convento. [67].

4

Frade

Membro de um convento. [68].

2   

Freira ou Sóror

Membro de um convento. [69].

2

Noviço

Candidato a frade. [70].

1 ½   

Noviça

Candidata a freira. [71].

Ordens monásticas.

Onde as pessoas vivem em mosteiros (originalmente) rurais, mais enclausurados. [72].

10

Prior

Dirige a ordem. [73].

clip_image005[6]

8

Abade, Abadessa

Dirige um mosteiro. [74].

4

Monge, Monja

Membro (a) de um mosteiro. [75].

2

Noviço, Noviça

Candidato a monge/monja. [76].

Descrição: Hierarquia das ordens religiosas. Data: setembro/2012. Autor: Maralvestos. Baseada na tabela “Lista de posições na hierarquia católica”. Licença CC BY-SA.

 

A idéia de Jesus de ninguém ser maior do que o outro na sua igreja foi mandada pro lixo. Toda essa hierarquia, cheia de títulos honoríficos, brasões, roupas especiais, pronomes de tratamentos glorificantes e coisas similares afastaram a igreja do evangelho do homem simples da Galiléia. Nada disso foi idéia de Jesus, mas influências do Império Romano. Hoje, temos um evangelho dominador e cheio de ostentações. Além disso, toda essa estrutura complexa, embora bem organizada, dificulta e encarece a obra de Deus, exigindo diversas fontes de receita, fazendo a igreja se desviar cada vez mais do evangelho original.

 

A sociedade foi estratificada. Acima de todos, está o alto clero. Depois, o baixo clero. Por fim, os leigos. Abaixo desses, segundo a Igreja, estão os hereges e os pagãos. Esses foram vítimas de grandes preconceitos, discriminações, perseguições e até pena morte na fogueira. Embora, graças às leis seculares, a Igreja foi obrigada a abandonar o seu autoritarismo em relação aos outros religiosos e cristãos fora do catolicismo, muitos ainda tratam as pessoas de outras religiões ou igrejas com certa dose de preconceito e desconfiança, uma triste herança desse sistema. Resumindo, a estratificação social ficou assim:

 

ALTO CLERO

clip_image007

BAIXO CLERO

LEIGOS

HEREGES

PAGÃOS

Descrição: Resumo da hierarquia social na visão da Igreja. Data: março/2013. Autor: Maralvestos. Licença CC BY-SA.

 

Tudo isso contradiz o evangelho original, onde diz que todos são iguais. [77]. Como podemos ver, a Igreja Católica, embora seja universal de acordo com a sua jurisdição, é mesmo romana segundo a sua estrutura.

 

Autor: Maralvestos Tovesmar. Este texto (não o site inteiro) está disponível nos termos da licença CC BY-NC-ND. Pode ser copiado e distribuído, informando o autor e o link seguinte, mas não pode ser modificado e nem comercializado. Data: 2013. Veja outras mensagens em http://livresdosfardosreligiosos.blogspot.com.br



[12] Ibidem

[13] Ibidem

[14] Ibidem

[15] Ibidem

[16] Ibidem

[17] Ibidem

[70] Ibidem