Sonhos religiosos

Livres dos Fardos Religiosos

 

Na mitologia romana, o deus do sono se chamava Sonho. Os romanos acreditavam que esse deus era filho da deusa Noite e que habitava uma caverna bem distante, no oeste, onde havia um profundo silêncio e a ausência do brilho do sol. Os gregos o chamavam de Morfeu.[1], [2], [3], [4].

 

 

clip_image002

Descrição: sonho. Data: janeiro/2013. Autor: Maralvestos. Licença CC BY-SA.  

Sonho é uma série de fenômenos psíquicos que acontecem independente da nossa vontade durante o sono, contendo imagens, idéias, emoções e sensações. [5].

 

Muitos elementos religiosos (relatos, crenças, doutrinas e práticas) surgiram através dos sonhos. Na Antiguidade, as pessoas tratavam esses fenômenos com muita seriedade. No Oriente Médio, inclusive na Bíblia, encontramos alguns exemplos.

 

·       Na antiga Mesopotâmia, as pessoas acreditavam que a alma ou parte dela saía do corpo para visitar outros lugares e pessoas vistas durante o sono. Os sonhos podiam ser enviados pelos deuses ou pelos demônios. Eram também vistos como presságios e profecias. [6]. Na Babilônia, o sonho do rei Nabucodonosor foi considerado uma mensagem divina. [7].

 

·       No antigo Egito, sonhos foram registrados em papiros. Os egípcios também acreditavam que os deuses enviavam mensagens enquanto eles estavam mergulhados no sono. Às vezes, dormiam em templos para receberem a mensagem dos deuses. [8]. Segundo a Bíblia, um faraó realizou grandes empreendimentos baseados em dois sonhos que tivera. [9].

 

·       Os antigos chineses e indianos também acreditavam que a alma deixava o corpo enquanto sonhavam. [10].

 

·       Gregos e romanos também compartilhavam crenças semelhantes. Por isso, como vimos, tinham até o deus dos sonhos. Como os egípcios, os gregos também dormiam em templos. [11].

 

·       Os hebreus, conhecidos como israelitas ou judeus, também compartilhavam dessas crenças.

·       José, filho de Jacó, teve sonhos que se tornaram realidades. [12]

·       Mais tarde, ele interpretou os sonhos de um faraó. [13].

·       Gideão, depois de ouvir o relato de um sonho, promoveu uma guerra contra os midianitas. [14].

·       O profeta Samuel, quando era criança, dormia no santuário, quando ouviu a voz de Deus revelando o que aconteceria com a família do sumo sacerdote e juiz Eli. Logo em seguida, a revelação se cumpriu. [15].

·       Daniel tinha o dom de interpretar sonhos. Então ele explicou o sonho do rei Nabucodonosor. [16]

·       José, esposo de Maria, baseadas nas orientações divinas recebidas em sonhos, fugiu de Herodes e foi se esconder no Egito com a sua família. Depois, orientado através de outro sonho, foi para a Galiléia. [17].

 

Muitos relatos que mostram divindades falando com as pessoas são, na verdade, sonhos.

 

·       O livro Gênesis diz que Deus veio a Abimeleque em sonhos. [18].

·       O mesmo livro relata as orientações que Jacó recebeu de Deus em sonhos. [19]

·       O livro I Reis relata o encontro do rei Salomão com Deus também em sonhos. [20]

 

Jesus não estabeleceu nenhuma doutrina sobre isso, embora, como já vimos, seu pai José tenha recebido avisos através de seus sonhos.

 

Dentro desse fenômeno misterioso, pode haver coisas agradáveis e desagradáveis. Pode haver cenas que parecem reais e cenas estranhas e fantásticas. Na vida real, também temos coisas boas e ruins. É comum um sonho coincidir com um fato real. Por isso, as pessoas acabam se impressionando com certos sonhos.  

 

Precisamos tomar cuidado com o que sonhamos. A crença que uma divindade está falando conosco enquanto dormimos não é muito segura. Tudo o que é objeto do nosso desejo, as nossas obsessões, as nossas crenças e as coisas que nos causam preocupações e medos podem passear pela nossa mente enquanto dormimos. Quando pegamos no sono com alguma coisa impregnada em nossa mente, aquilo poderá aparecer em nossos sonhos, e isso não tem nenhuma ligação com as coisas espirituais. Muito trabalho e preocupação também geram sonhos. [21].

 

Um sonho ruim não significa que algo desagradável está para acontecer. Um sonho bom também não é prenúncio de coisas boas que se aproximam. Todavia, algumas coisas sonhadas realmente parecem conter alguma mensagem especial sobre o que aconteceu, acontece ou acontecerá. O sonho desse tipo é bem diferente e é um mistério a ser desvendado. Essa é uma área da vida ainda carregada de muitos enigmas. A ciência e a religião ainda não podem dar explicações satisfatórias para esse fenômeno.

 

Não estou negando a veracidade de certos sonhos. Mas desenvolver crenças e doutrinas em cima disso não é conveniente, pois como já disse, é um campo carregado de mistérios. Todo mundo passa por isso todo dia. Embora o profeta Joel tenha dito que os velhos sonhariam e os moços teriam visões, não podemos mergulhar nesse labirinto de coisas obscuras. [22]. Muitas fantasias, crendices, enganos e heresias surgiram dessa forma. Já diziam os velhos profetas Jeremias e Zacarias para tomar cuidado com os falsos sonhos. [23]. Até Moisés, ainda nos velhos tempos, advertiu sobre os falsos sonhadores. [24] Vamos expor o que sonhamos com muito cuidado.

 

Autor: Maralvestos Tovesmar. Este texto está disponível nos termos da licença CC BY-NC-ND. Pode ser copiado e distribuído, informando o autor e o link seguinte, mas não pode ser modificado e nem comercializado. Data: 2013. Veja outras mensagens em http://livresdosfardosreligiosos.blogspot.com.br



[11] Ibidem